Barquinho de Papel

- 01:50 ❞

Meu coração é um daqueles barquinhos de papel que se aventuram pelas ruas quando chove. Uma dobradura mal feita que ganha rumo quando as gotas de água do céu são maiores do que às dos olhos. Sem medo, sem dono, sem destino. Um pedaço de papel que corre pelas águas esperando ancorar no teu cais, mas que sempre se desmancha no meio do percussor. Meu coração é um daqueles barquinhos de papel que naufragam bem antes do porto.

- Rafael Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário